2012

 

Walking Gallery -

Além das paredes

São Paulo, Brasil

“Assim como a arte está em plena evolução, as galerias de arte também devem estar. E, é por isso que, surge Walking Gallery, uma galeria de arte sem paredes nem endereço fixo onde os próprios artistas expõem suas obras em um contexto alternativo, convertendo a clássica exibição artística em uma ação social e inovadora” argumenta José Puig, o idealizador deste movimento.

 

O Walking Gallery é um movimento cultural que se identifica com o gesto do artista de transportar sua obra de arte pelas ruas da cidade, tanto em grupo como sozinho. Ele ​acontece em forma de um passeio pela cidade, onde um grupo de artistas “levam suas obras para passear”.

Esse movimento começou em abril de 2009 na cidade de Barcelona, na Espanha, quando o artista catalão José Puig realizou o primeiro passeio com um quadro pendurado no ombro na intenção de inaugurar um novo movimento no mundo da arte que fosse uma alternativa às galerias de arte tradicionais.

“O Walking Gallery Brasil usa a arte como meio para chamar os cidadãos para o espaço público” explica a responsável do Walking Gallery Brasil, Ana Rosa Colhado. “O conceito de galeria de arte itinerante é algo novo no Brasil, onde os espaços privados são mais frequentados do que os públicos. Estamos levando arte para quem nem sempre a procura, arte em lugares inusitados, numa tentativa de acordar e alegrar a cidade”, conta.